Chá vermelho – Puh-erh ou Rooibos

Para quem não sabe, pode existir alguma confusão na hora de adquirir ou consumir chá vermelho, pois com esta denominação, temos 2 tipos de chás distintos e com origens diferentes – O Puh-erh, e o Rooibos.

chá-vermelho-170444046

Mas vejamos as diferenças entre eles, para os podermos consumir de acordos com as nossas necessidades:

Chá Vermelho Puh-erh

É extraído da planta Camellia sinensis, originária da China (a mesma planta de onde se extrai o chá verde e o branco) e é mesmo o chá mais consumido por lá. É diferente do chá verde, e apesar de ser extraído da mesma planta, o chá vermelho tem um gosto mais forte, mas que não é amargo. O seu percurso de maturação dura mais de 60 anos! As suas folhas são comprimidas e guardadas em barris para fermentação, em condições especiais, durante esse período de tempo, até ganhar a sua cor avermelhada, e ficar pronto para ser consumido.

Propriedades e benefícios;

  • Como tem a capacidade de acelerar o metabolismo, e provocar uma maior  queima de calorias, pode emagrecer até 2 quilos por semana. Mas para esse efeito é necessário consumir 4 chávenas de chá por dia.
  • Evita  a incômoda retenção de líquidos, diminuindo o inchaço.
  • Contém polifenóis e flavonoides, que são antioxidantes e ajudam na proteção das células do corpo contra os radicais livres,
  • Diminui os riscos de doenças cardiovasculares, do sistema nervoso e alguns tipos de cancro.
  • Retarda o envelhecimento, evitando que sinais de idade surjam muito “cedo”.
  • Ajuda a reduzir os níveis de colesterol e triglicéridos.
  • É uma  fonte de vitaminas C, K, B1 e B2.
  • Diminui a fome, pois promove uma sensação de saciedade após o seu consumo.
  • Facilita a digestão.
  • Apesar de ainda não estar  totalmente comprovado,  o chá vermelho é antidepressivo. Ele dá uma sensação de bem-estar e com o tempo, apresenta uma melhora discreta nos sintomas da depressão.

Chá vermelho Rooibos

Caracterizado pelo seu sabor refrescante, este chá de cor vermelha tem origem na África do Sul e é usado há séculos para fins medicinais. Consumido em bebidas ou infusões e com um sabor ligeiramente adocicado, o rooibos é rico em antioxidantes naturais que retardam os efeitos do envelhecimento. Num estudo levado a cabo sobre os benefícios desta planta, distinguem-se as suas propriedades antivíricas e anticancerígenas. Por ser pobre em teína e isento de cafeína, o seu consumo não interfere com o sistema nervoso, podendo mesmo ajudar a controlar a tensão arterial.

Propriedades e benefícios

  •  Não tem ácido oxálico, cujo consumo elevado pode facilitar o aparecimento de pedras nos rins;
  •  Possui propriedades antioxidantes com ação anticancerígena e estimuladora da imunidade do organismo;
  •  Fornece sais minerais e melhora a circulação sanguínea;
  •  Retarda os efeitos do envelhecimento;
  • Ajuda a aliviar a insónia e a obstipação, sendo também uma fonte segura e saudável de água, tão importante para o organismo;
  •  Pobre em taninos, não dificulta a absorção de ferro pelo organismo.
  • Rico em magnésio e em zinco, com elevada importância a nível cerebral e de proteção da pele

Como qualquer outro chá ou infusão, quer um quer outro devem ser consumidos com moderação, pois apesar de ambos apresentarem diversos benefícios para a nossa saúde, não é tomando em excesso, que resolvemos os nossos problemas. Tudo com conta peso e medida…

Eu que adoro chás e infusões gosto dos dois… têm sabores diferentes, mas são ambos muito agradáveis.

4 thoughts on “Chá vermelho – Puh-erh ou Rooibos

  1. Lili Carmo says:

    Konfesso ke nao bebo mto chá, so de Inverno… Mas komo nao poxo beber todos akeles ke kontenham chá verde ou ke facam o mesmo, pois aceleram o metabolismo e a tiroide nao se dá bem kom ixo… daí o meu desvio de beber chás.
    Mas no tempo do frio bebo, dos ke akalmam e gosto…
    Gostei do post minha joia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *