Citando Cláudio Ramos: Aos bloguers indignados! (invejosos e medrosos)

Muito se tem falado da reportagem que passou na SIC sobre os blogues portugueses, julgo que este fim de semana, e que eu só hoje tive oportunidade de ver.

blog

Mas o que não gostei mesmo foi do que o Cláudio Ramos, escreveu no seu Blog. Confesso que devo ser mesmo tótó, ou devo viver em outro mundo, mas não sabia de todo que este senhor tinha um blog!! Eu de facto ainda não me considero uma “blogger”, sou novata nestas coisas, ando por cá há pouco tempo, escrevo umas coisas, vou crescendo e aprendendo todos os dias com outros blogs que gosto de seguir e  admiro. Na minha opinião há espaço para todos, desde que haja respeito…

Não ganho nada com este hobbie, a não ser alguns presentes das marcas, os quais eu agradeço muito, mas faço tudo com o coração e toda a dedicação que me é possível…

Mas frases como estas, extraídas do blog do Cláudio Ramos que podem ler aqui

” Aos bloguers indignados! (invejosos e medrosos)”
“(antes de existir esta tesão do mijo de qualquer gato ranhoso ter um blog já eu tinha o meu)”

Entre outras que foi debitando no seu texto pretensioso, acabou por mostrar de facto a pessoa mesquinha que é, que não respeita os outros, que se acha melhor que todos e ainda os ofende… quem é que este tipo se julga? Para mim não passa de um ser ridículo com sede de ser famoso… se antes já era essa a minha opinião acerca dele, agora ficou reforçada.

0 thoughts on “Citando Cláudio Ramos: Aos bloguers indignados! (invejosos e medrosos)

  1. Tatiana Sofia da Silva Rolo says:

    Olá.

    Eu não tinha conhecimento do que aconteceu.
    Sou uma fã de blogues, confesso que um dia gostaria de fazer algo. Já tive começos com alguns colegas, apenas por curiosidade e interesse, mas nada que tenha dado frutos.
    Mas fico muito contente por ver que muitas pessoas não desistem 🙂

    Escrever um blogue acho que é mais que um hobbie, é uma libertação da vontade de escrever, é um miminho que dão a todos os leitores.

    Acima de tudo deve ser uma autorealização para quem escreve.

    Não sou das pessoas que comentam e colocam likes, infelizmente sou mais reservada nesse aspecto e só de vez em quando lá faço algo assim.
    Tenho tido conhecimento de muitos blogues porque infelizmente fiquei desempregada, e um pouco para ocupar o tempo comecei a dar mais atenção, depois comecei a ver passatempos e pensei porque não… e o que é certo é que me levam a conhecer imensos blogues que começo a gostar.
    Mal de quem está a meu lado, que por não comentar tanto nos blogues e facebook, comento com as pessoas que estão comigo 🙂

    Mas partilho e dou a conhecer a amigos meus.
    Não me importo de fazer isso quando do outro lado estão pessoas como nós, muitas felizmente têm trabalhos a tempo inteiro, para além de família e amigos e o tempo que perdem para nos darem tanto, nós nunca vamos ter a concreta noção.

    Por isso entristece-me o outro lado que me tenho dado conta.

    Como a questão dos passatempos, que apesar de não estar aqui referido, tenho visto… Pessoas que colocam a seguir e metem gosto e depois tiram… É errado…
    Mas isto aocntece por quem está de fora e muito sem vos dar o devido valor…

    Agora impensável e inacreditável é como é que existem pessoas, também elas blogueiras, que vêm fazer esse tipo de comentários!
    Já diz o ditado que ninguém nasce ensinado…
    Os blogues têm tido as luzes viradas para si e têm crescido…
    Mas blogues sempre existiram desde que se criou a net e as páginas para esse efeito.

    Se agora se fala mais e se vê mais é porque felizmente a qualidade e variedade e até o interesse têm crescido. E isto deveria ser motivo de orgulho!
    Como é que uma pessoa vem falar dessa forma?
    Teve talvez a sorte de ter começado o seu blogue primeiro, porque teve tempo, ou qualquer outro motivo…
    Mas pdoia ser ele a ter começado agora e ser ele considerado “o gato ranhoso”.
    Não pretendo ofender ninguém.
    Mas acho cruel que aqueles que deveriam ser colegas e até apoiantes por estarem no mesmo mundo e entenderem a dificuldade e a luta, indepentemente de serem ou não um nome famoso, deveriam ter pelo menos críticas construtivas, e não falar desta forma!

    Esta é apenas a minha opinião.
    Todos temos direito a ela, mas também sempre ouvi dizer que a nossa liberdade termina onde a dos outros começa.
    E muito me entristece ver que nem pessoas que se entendem mais do que quem está de fora, respeitam essa liberdade.

    Só te posso desejar muita força, bem como a todos os bloguers.
    Ser blogueira/o é uma forma de expressão, é uma forma de liberdade, uns melhores, outros piores, uns mais conhecidos, outros menos, faz parte de tudo o que é a vida.

    Com orgulho vejo blogues as nascer e a vencer.
    Não desmoralizem por palavras negativas de outros.
    Importa olharem para vocês próprios, o resto fica de fora.

    • pormenoresblog says:

      Tatiana, aprovo completamente tudo o que acabou de escrever. Apesar de eu considerar o meu blog como um hobbie, porque não é ele que me sustenta, gosto do que faço e acredite que me dá muito trabalho, mas é um trabalho compensador. Comecei há um ano sem qualquer experiência ou apoio, e sinto que já cresci e aprendi muito, mesmo em tão pouco tempo. Por isso vou continuar por cá, enquanto puder, mesmo que esteja no rol dos ranhosos!! 🙂 Obrigada pelas suas palavras.

  2. marcia ferreira says:

    Eu não sou de fazer criticas a blogs, uso a liberdade que tenho para comentar para enaltecer o que esta bem e o que gosto. Mas relativamemte ao que comenta concordo plenamente contigo e fiz questão de o dizer, vá comentar no blog do dito cujo. E deselegante! Bjinho socorrovoumorarsozinha. Blogspot.pt

  3. Cláudia Coelho says:

    Concordo completamente! Já tinha visto a notícia e a publicação do Cláudio no blogue dele, e não gostei nada!! Em relação à notícia, não mostraram a verdadeira realidade dos blogues, mas sim o mundo dos “blogues” dos famosos. E quanto à publicação dele no blogue, ele ofendeu todos os bloggers. É como dizes, ele acha-se o maior só porque está cá à mais tempo!

    • pormenoresblog says:

      Isso é verdade, gostava de ver uma reportagem sobre a realidade dos blogs em Portugal… daqueles que pertencem a gente anónima, que começam do nada e lutam todos os dias pelo reconhecimento das pessoas e das marcas. Agora para os famosos é tudo muito fácil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *