Gel desinfetante caseiro – Como fazer

Com o novo coronavírus à solta, e a deixar toda a gente à beira de um ataque de nervos, assistimos desde os primeiros dias da pandemia à falta de gel desinfetante para as mãos nas lojas e nas farmácias. E como não há gel à venda ou este vai aparecendo a preços um pouco abusivos, a solução que encontrei foi fazê-lo em casa seguindo as instruções de uma médica minha amiga que também faz o dela.

álcool gel

Não sou de todo entendida na matéria e até sei que existe alguma controvérsia em torno deste assunto, com muita gente a defender que o álcool gel feito em casa não é eficaz e dá uma falsa sensação de segurança.

No entanto como sigo à risca a lavagem frequente das mãos com água e sabão, e só uso o gel como complemento após cada lavagem ou entre lavagens, acho sim que este há-de fazer algum efeito, e cá em casa já gastamos vários frascos destes nas ultimas 3 semanas.

gel desinfetante caseiro

Segundo as orientações que me foram dadas, o essencial é que a solução tenha pelo menos 60% de álcool para ser eficaz como desinfetante, e para que a pele não resseque demasiado deve ser misturado com um gel emoliente que nos permita manter as mãos macias.

Ora, de acordo com os ingredientes que encontrei cá em casa tenho feito o meu gel desinfetante seguindo esta receita:

  • 2/3 de álcool etílico
  • 1/3 de gel de aloé vera
  • 4 ou 5 gotas de óleo essencial para dar um aroma mais agradável à solução, e neste caso uso óleo de Tea Tree por ser antiséptico e antibacteriano.
  • um frasco de plástico ou de vidro com doseador ou pump para colocar a solução.
gel desinfetante

Coloco tudo no frasco e misturo muito bem até o gel se dissolver completamente no álcool, o que pode demorar um bocadinho… e depois é só ir usando em pequenas quantidades pois este fica um pouco mais líquido do que os outros que compramos.

Quanto ao álcool, como tenho em casa de 96 Vol. e de 70 Vol., tenho usado quer um quer outro, mesmo que o de 70 Vol. seja mais eficaz como desinfectante neste tipo de solução. No que diz respeito ao emoliente se não tiverem gel de aloé vera podem usar glicerina que tem um efeito semelhante. Por fim o óleo essencial é opcional, mas como o tenho em casa aproveitei para o incluir.

Resumindo… não sei se estou a fazer a fórmula correcta ( apesar de ter sido recomendação de uma profissional de saúde ) logo, não tenho intenção de induzir ninguém em erro, mas como o mais importante mesmo é a lavagem frequente das mãos com água e sabão durante pelo menos 20 segundos, e não pretendo gastar uma pequena fortuna por um frasco de gel, enquanto tiver álcool em casa este é para mim um bom complemento para usar e abusar.

Beijinhos e protejam-se da forma que melhor puderem!

2 thoughts on “Gel desinfetante caseiro – Como fazer

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *